Compartilhe!
Share on Facebook10Share on Google+126Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0

Hoje a coluna será sobre algo que já escrevi. De acordo com os comentários e perguntas que tenho escutado e lido dos meus amigos de setor editorial, me senti na obrigação de falar sobre uma questão meio repetitiva. Se o editor não consome livro digital, ele não deve estar tão familiarizado… Mas agora, com toda a pressão das empresas para entrarem neste mercado, estão super estressados, por conta de todas as novidades…

O primeiro degrau da escadaria das novidades é a diferença entre ePub e PDF. Já escrevi sobre isso, mas hoje vamos insistir. Aprendi, na época em que fui professora de História, que repetir nunca é demais… Os alunos no máximo vão absorver 10% do que falou…

 

Vejam a seguir, à esquerda uma imagem da tela do meu celular de um livro em ePub, e à direita um livro em PDF:

 

pdf-ou-epub

 

Bom, de cara vemos o que é melhor para se ler em dispositivos móveis. Eu, como leitora de livros digitais, sempre prefiro o arquivo em ePub, pois quero poder ler tanto no Ipad, quanto no meu celular, que é o aparelho que mais fica na minha bolsa ou bolso. Em todas as oportunidades que tiver, quero sacar o celular e ler. Quando chego em casa, prefiro o Ipad ou eReader. Quando quero muito ler um livro e ele só está em PDF, paciência, compro mesmo assim, mas me limito a ler somente em um de meus dispositivos, pois no Ipad o PDF é bom.

Os ePubs são elásticos, se adaptam e se rediagramam de acordo com o tamanho de tela. Sem se desformatar, nem separar erradamente sílabas. Se adaptará em qualquer gadget. Outro ponto positivo deste tipo de arquivo é que a Apple, no iBooks e a Amazon, no Kindle Store só aceitam arquivos em ePub para serem comercializados. A Amazon exige o.mobi que é gerado quase que automaticaments de uma arquivo ePub. A Apple só aceita o ePub, com poucas alterações. Portanto, se o objetivo de sua empresa é distribuir as obras nesses grandes players… Sim, você terá que converter todo o seu acervo.

Hoje no Brasil temos várias lojas de ebooks e no mundo também, players importantes que não exigem isso. Na Gato Sabido, que é a loja onde tenho todas as experiências de se trabalhar com digital, há dois anos (parece que se passaram dez, de tantas coisas que já aconteceram), a maior parte do acervo ainda é em PDF. Posso afirmar que uns 70% do acervo é em PDF. Seria um senhor investimento para as editoras converterem tudo o que têm, portanto, nosso conselho sempre é: seus livros novos, já têm que ser lançados em ePub e isso já deve fazer parte do trabalho de seus diagramadores. Mas seu backlist, lance em PDF, sinta as vendas e vai convertendo conforme os números. Acreditamos que na segunda metade de 2012, as vendas justificarão o investimento. Por enquanto use com parcimônia, pois o retorno virá, porém em velocidade menor.

Se seu objetivo é comercializar em dispositivos móveis menores, como os celulares… Não tem pra onde fugir. O ePub é a melhor alternativa.

Repito: pior do que ter um PDF sendo comercializado como eBook, é não ter seu livro em formato digital disponível para o seu leitor/consumidor.

Abaixo segue uma lista de poucas coisas que deve adaptar em seu PDF para que ele seja comercializado:

  • Retire as marcas de corte… Pelo amor de Deus…. Maior mico comercializar um pdf com essas marcas…. Totalmente inútil e feio.
  • Retire as páginas brancas.
  • O ideal é que não haja correntes, ou cabeçalho… pois nos dispositivos que possuem reflow (tratam o pdf como um ePub, desconstruindo a página para melhor leitura ao aumentar a fonte) ele entrará no meio do texto.
  • Coloque a capa na primeira página do PDF. Os leitores reclamam muito quando ela não vem junto do miolo. Somente capa, sem orelhas e contra-capa nem lombada.
  • Pode colocar a quarta capa na última página.
  • Salve em resolução de tela, afinal não será impresso…
  • Coloque as marcações de capítulos, para facilitar a navegabilidade de seu leitor.

Ao fazer um ePub, exija que o diagramador passe o arquivo no ePub Check… São sites que verificarão se há algum erro de formatação.

 

Fonte: Camila Cabete | Publish News

 

Dê seu voto
Compartilhe!
Share on Facebook10Share on Google+126Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0
eBook grátis Como transformar ideias em livros de sucesso