Compartilhe!
Share on Facebook11Share on Google+1Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0

Milhares de documentos em árabe, chinês, inglês, francês, russo, espanhol e português estão à disposição do público através da Biblioteca Digital Mundial (WDL, em sua sigla em inglês), um projeto da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) em parceria com outras 32 instituições.

De acordo com Abdelaziz Abid, coordenador da iniciativa, a WDL não é uma biblioteca comum porque não tem em seu acervo publicações atuais: “nosso acervo tem valor patrimonial, para ajudar a compreender melhor as culturas do mundo.” Entre os documentos mais antigos estão alguns códigos pré-colombianos – uma contribuição do México – e os primeiros mapas da América, desenhados por Diego Gutiérrez para o rei da Espanha em 1562.

O acervo inclui o Hyakumanto Darani, um documento japonês publicado em 764 e considerado o primeiro texto impresso da história; trabalhos científicos árabes que revelam o mistério da álgebra, a Bíblia de Gutenberg e fotos antigas da América Latina provenientes da Biblioteca Nacional do Brasil.

Cada um destes itens da cultura mundial é acompanhado por uma breve explicação do seu conteúdo e significado. Os documentos foram digitalizados e incorporados no idioma original, mas as explicações aparecem em sete línguas, incluindo o português.

A biblioteca foi lançada com 1.200 documentos, mas foi projetada para receber um número ilimitado de textos, gravuras, mapas, fotografias e ilustrações.

 

>> Clique aqui para acessar a Biblioteca Digital Mundial.

O acesso é gratuito e é possível realizar buscas por períodos históricos, zonas geográficas, tipo de documento e instituição.

 

Publicado originalmente no site da ONU Brasil

 

 

Dê seu voto
Compartilhe!
Share on Facebook11Share on Google+1Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0
eBook grátis Como transformar ideias em livros de sucesso