Compartilhe!
Share on Facebook6Share on Google+1Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest2

Nunca antes, na história deste país do mundo inteiro, foi tão fácil e barato publicar um livro…

Atualmente, segundo dados da ONU, mais da metade da população mundial tem acesso à internet, o que significa que existem pelo menos 4 bilhões de pessoas conectadas neste grande bolo, publicando e lendo histórias. E este número cresce a cada segundo.

Para o bem e para o mal, a comunicação através das redes sociais e a tecnologia de compras pela Internet vieram para dar voz, acesso à informação e direitos para qualquer pessoa do planeta que tiver uma boa conexão.

Tudo bem que isso abre um precedente enorme para que muito lixo e informações desnecessárias cheguem até nós, mas, se soubermos ser críticos e fizermos as boas escolhas, que mal há em liberdade de expressão para tanta gente?

A boa notícia é que, na receita deste grande bolo, o poder de decidir “que livro será publicado ou não” saiu das mãos das grandes editoras. Elas continuam publicando apenas o que querem, mas a revolução democratizou a opinião individual faz tempo. Agora todos nós viramos autores em potencial e podemos espalhar por toda a rede nossas histórias e personagens.

Neste novo universo de bits e bytes, sem limites físicos ou geográficos, cada vez mais o autor se aproxima do leitor sem necessariamente a intermediação de uma editora.

O selfpublishing ou a autopublicação é uma tendência que veio para ficar e ainda vai crescer muito. É simples,  barato e acessível.

Hoje em dia já é possível publicar (e vender) um livro no mundo todo sem papel, com poucos cliques, nas maiores livrarias do mundo. Sim! Do mundo! Mas, se você sentir falta do livro impresso, pode imprimir somente a quantidade que for vendida. Não é mais preciso comprometer uma grana alta em grandes tiragens de livros e correr o risco deles encalharem ou demorarem muito para serem vendidos.

 

E como se faz para divulgar um livro autopublicado?

Simples! Da mesma forma que você posta suas fotos e comentários no Facebook, Twitter ou Instagram…

Antes de qualquer postagem sobre o seu livro, você deve tomar o cuidado para não virar um “vendedor chato”. Pense na sua própria reação ao ver anúncios na internet! Você não clica na maioria deles, mas se há um assunto do seu interesse ou uma reportagem sobre um produto que goste, fica mais fácil de clicar, não é mesmo? Isso acontece com a divulgação do seu livro também. Não seja inconveniente, mas poste fotos da capa do seu livro, do evento de lançamento ou peça para os amigos lerem a sua história e comentarem nas redes sociais. Transforme o seu livro em um produto atraente e encantador!

Você pode criar um blog com trechos do livro, pode contar histórias paralelas às histórias do livro, curiosidades sobre os personagens ou sobre como e porque o livro foi escrito. Não vai ser difícil encontrar o público certo para o seu livro.

Parceria com outros blogs e redes literárias é um excelente caminho também. Existem blogs especializados em resenhas de livros e você pode enviar o seu livro para ser resenhado. Tome apenas o cuidado de não enviar o “livro certo” para o “blog errado”. Procure saber primeiro se o tema do livro se encaixa no perfil do blog e principalmente no perfil de quem vai fazer a resenha.

Investir em publicidade paga no Facebook ou no Google também pode dar um ótimo resultado para as vendas do seu livro se for feito da forma adequada.

Então!!? Agora que você sabe que não é nenhum bicho de sete cabeças publicar o próprio livro, que tal tirar o projeto da gaveta?

Dê seu voto
Compartilhe!
Share on Facebook6Share on Google+1Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest2
eBook grátis Como transformar ideias em livros de sucesso