Compartilhe!
Share on Facebook13Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0

O destino de três geladeiras sucateadas era o lixão. Mas para o diretor de cultura do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade Regional de Blumenau (FURB), Alan Filagrana, elas podiam ser reaproveitadas para outra utilidade. Com a ajuda voluntária dos artistas Telomar Florêncio, Fernando Pauler e Clóvis Truppel, as três sucatas foram pintadas e ficaram prontas para ser recheadas de livros na nova campanha do DCE: “Não deixe a cultura na geladeira!”.

Através das chamadas Geladeirotecas, o projeto quer incentivar a leitura dentro da Universidade. As geladeiras ficarão localizadas nos campus 1, 2 e 3 e, dentro delas, diversos títulos, com a etiqueta do projeto, estarão disponíveis para quaisquer alunos, servidores e frequentadores da universidade. Basta escolher um. “Vi uma reportagem na tevê que falava sobre esse assunto, e achei interessante trazer para a FURB também”, informou Filagrana.

A ideia permite inclusive que o leitor leve o volume para ler em casa, com a única ressalva de que o livro não pode ficar parado. Após a leitura, basta devolvê-lo a uma das Geladeirotecas ou passá-lo adiante. “A ideia é circular o conhecimento”, explicou o diretor de cultura.

O projeto conta com doações da Editora da FURB, Fundação Catarinense de Cultura, Editora Hemisfério Sul e acadêmicos, e também está aceitando doações de outros volumes, nas sedes do DCE. Não há nenhum tipo de controle sobre a circulação dos livros do projeto.

 

Publicado originalmente por Jaime Batista da silva no EBC

Dê seu voto
Compartilhe!
Share on Facebook13Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0
eBook grátis Como transformar ideias em livros de sucesso