Compartilhe!
Share on Facebook9Share on Google+2Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0

Segundo especialistas, divulgação em canal menor, porém focado no leitor de determinado livro, é mais eficiente

Em debate promovido hoje pelo Publishing Perspectives, em Frankfurt, Rachel Fershleiser, responsável pelas comunidades literárias da plataforma de blogs Tumblr; e Ami Greko, do marketing da GoodReads, falaram sobre a importância das mídias sociais para a boa divulgação dos livros.

Para Rachel, que trabalha com marketing editorial há dez anos, a grande mudança dos últimos tempos é a participação do leitor. “Conversávamos com editoras e livrarias, mas não com os leitores. Isso mudou e o que eles dizem determina muita coisa. Os comentários e a expectativa em torno de um livro que vai sair, por exemplo, é um bom termômetro”.  Ela recomenda às editoras um marketing direcionado. “Anunciar um livro em um jornal grande e tradicional não é mais um tiro certeiro. Pelo contrário, um trabalho cuidadoso em mídias sociais voltadas para aquele tipo de leitor, será muito mais eficiente e mais barato”, disse.

Ami enfatizou a importância das editoras começarem a falar sobre o livro antes do mesmo chegar às livrarias. “No GoodReads notamos que o leitor se sente privilegiado quando tem acesso ao material de um livro que ainda não saiu. Assim começa um troca-troca e a formação de potenciais leitores para aquele título”. Segundo ela, as editoras não precisam criar um conteúdo especial para as plataformas. “O bacana é que podem utilizar aquilo que já produzem, como a capa ou o primeiro capítulo”, diz ela, citando práticas já bastante comuns no mercado brasileiro.

A participação dos autores interagindo em plataformas como essas também é forte e importante para a divulgação dos livros. “Neil Gaiman e John Green são muito ativos no Tumblr”, disse Rachel. Mas o que devem fazer os autores que não tem facilidade para utilizar essas ferramentas? “Melhor não força-los se não acham divertido, mas vale a editora apresentar as possibilidades, há muitas e talvez alguma funcione para ele. Às vezes alguém do marketing da editora faz a parte operacional”, disse Rachel. “A interação com o editor responsável pelo livro, contando um pouco dos bastidores, também é bacana para o leitor”, completou Ami.

O Tumblr reúne hoje 141 milhões de blogs, sobre temas variados, parte deles focados em livros. Segundo Rachel, conta com muitos leitores brasileiros.

 

GoodReads

O GoodReads, rede social voltada exclusivamente para leitores de livros, reúne conteúdos de editoras, livrarias e dos próprios leitores, como resenhas e indicações. Segundo Ami, a plataforma está crescendo internacionalmente. Os usuários de fora dos EUA representam hoje 45%. Os países que mais apresentam crescimento são Índia, Reino Unido, Canadá e Austrália.

No começo da semana Otis Chandler, CEO do GoodReads, participou da conferência Publishers Launch, também em Frankfurt.

“11 milhões de livros são ‘descobertos’ por mês no GoodReads, ou seja, 250 livros por minuto”, disse Otis, se referindo à inclusão dos livros na lista ‘To Read’ (‘Quero Ler’) da plataforma, por parte dos leitores.

Otis apresentou também um case que mostra como a plataforma pode ser utilizada como uma ferramenta para o marketing editorial. Para o lançamento do título Angelfall, a GoodReads trabalhou diretamente com a editora no Reino Unido e Austrália. Começaram com sorteio de livros, serviço que a rede social oferece às editoras gratuitamente. No caso de Angelfall, foram sorteadas 100 cópias físicas do livro, e 1.200 pessoas se inscreveram. Em seguida promoveram uma campanha publicitária paga e um encontro virtual com o autor, onde 670 pessoas do mundo inteiro participaram. O livro entrou na newsletter inglesa da GoodReads e no Kindle deal do Reino Unido também.

O interessante do case de Otis é que ele apresentou em um gráfico as datas dessas ações sobrepostas às vendas do título ao longo do tempo. O resultado é bem definido, e ajuda o departamento de marketing a aprender sobre o efeito das ferramentas de marketing das mídias sociais nas vendas, bola que foi cantada pelo consultor Mike Shatzkin (não por acaso, organizador da conferência Publishers Launch)

 

Publicado originalmente por Maria Cecília Brandi e Iona Teixeira Stevens no PublishNews

Dê seu voto
Compartilhe!
Share on Facebook9Share on Google+2Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest0
eBook grátis Como transformar ideias em livros de sucesso  
eBook grátis O manual secreto do marketing