Compartilhe!
Share on Facebook20Share on Google+2Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest1

A primeira impressão é a que fica…

O seu logo, logotipo ou logomarca (designers torcem o nariz quando se diz “logomarca“) é a chance de deixar uma primeira impressão boa ou ruim do seu produto, serviço ou empresa.

Seus potenciais clientes irão formar uma opinião, ainda que subjetiva, do negócio dentro de segundos.

O logotipo é uma das primeiras coisas que um cliente experimentará da empresa. Além disso, quando um cliente torna-se familiarizado com uma empresa, o logotipo dela será sempre associado com o nome, valores, produtos e a forma como ela atende e conversa com seu público. Se é uma empresa moderna ou antiquada, se transmite credibilidade ou não, se é formal, cara ou de baixo preço, amigável ou exclusiva, etc.

Por estas razões, deve-se ter um cuidado redobrado e extremamente técnico na escolha de um logotipo para a comunicação empresarial.

 

Desenhar um bom logotipo não é pra qualquer um…

Esqueça o seu sobrinho ou o filho da vizinha que sabe mexer no computador! Embora pareça “apenas” arte, desenhar uma marca obedece princípios técnicos bem definidos e dá muito trabalho além do “fácil” desenho no computador ou prancheta. Um logotipo deve ser simples, reconhecível, legível e eficiente para transmitir a mensagem desejada para o público. Cada aspecto do projeto de um logotipo deve ser cuidadosamente analisado para garantir que ele consiga, de fato, comunicar a mensagem certa. A escolha das cores, o estilo, tamanho, forma, desenho da letra (se for um logotipo), e da sua concepção global precisa desempenhar um papel específico, e todos são componentes importantes a serem levados em consideração na criação de um logotipo eficaz.

Cor é extremamente importante nesta etapa da criação, ela tem um efeito dramático sobre o cliente. Restaurantes, por exemplo, não só devem escolher cuidadosamente as cores dos seus logotipos, mas também selecionar estrategicamente as cores do interior do estabelecimento. Neste caso, a cor pode afetar os clientes em potencial, e, por sua vez, podem ter um forte efeito sobre o volume de negócios que recebem. As cores do logotipo de um restaurante podem ser o motivo inconsciente pelo qual um faminto cliente escolhe um estabelecimento em detrimento de outro.

Empresas do mercado financeiro e bancos, por outro lado, tendem a escolher cores mais conservadoras como azul marinho e tintos, que transmitam estabilidade, confiança e sucesso. Em alguns casos, uma determinada cor em si torna-se muitas vezes associada a uma empresa. Como pano de fundo para o seu logotipo azul, o banco Itaú, por exemplo, tem utilizado a cor laranja, que agora está associada com a comunicação institucional global da empresa. É fácil reconhecer a identidade visual do banco Itaú nos seus comerciais.

 

Tamanho também é documento!

Um logotipo poderá ser utilizado em grande escala, tais como outdoors, fachadas de prédios e cartazes, mas também será utilizado em pequena escala como e-mail, site, cartão de visita e até bótons. Um logotipo deve ser concebido de modo que ela seja eficiente e reconhecível, independentemente do seu tamanho.

Em geral, uma boa marca visual é parte vital de um negócio bem sucedido, e muito mais influente do que algumas pessoas pensam. Qual o valor do logotipo da Coca-Cola ou do Google? Quanto não há de valor agregado, não somente monetário, mas de comunicação, de filosofia empresarial e todo o universo de produtos que cercam estas marcas?

Ao construir sua marca pense não apenas no desenho em si, mas no Branding que será feito em torno dela. Desenhar uma marca não é tarefa fácil, dá trabalho, demanda tempo e pesquisa. É coisa séria e um perigo quando feito por amadores.

Pense nisso!

Então, gostou da dica? Foi útil?

Qualquer dúvida, deixe seu comentário aqui em baixo ou entre em contato com a gente!

Sua empresa tem um rosto. O nome dele é logotipo
5 (100%) 3 votos
Compartilhe!
Share on Facebook20Share on Google+2Tweet about this on Twitter0Share on LinkedIn0Pin on Pinterest1
eBook grátis O manual secreto do marketing