Pra que se preocupar com um logotipo original?

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Um logo único e original evita que as pessoas confundam a sua marca com a da concorrência, ou pior… que vire piada e sua empresa perca a credibilidade no mercado. Além disso, há o risco de ser acusado de plágio e enfrentar problemas com a legislação.
Recentemente, dois casos ganharam notoriedade na internet depois que a prefeitura de Niterói – RJ e a de Huatabampo, um município situado no distrito de Sonora, noroeste do México, resolveram redesenhar seus logotipos.
Nenhum criativo está livre de cometer coincidências inconscientes ou de buscar inspiração em tendências de design e acabar caindo em conceitos visuais muito parecidos com outros já existentes, mas, nos dois casos, das prefeituras, as “chupadas” ficaram muito evidentes e amadoras.

O novo logotipo da prefeitura de Niterói, por exemplo, ficou muito parecido com o conhecido logo do saudoso Nintendo 64. A alusão é sutil o bastante para que somente olhos acostumados em ver o logo do console pulando quando era ligado percebam a referência. Segundo o jornal O Globo, a mudança proposta ainda foi considerada ilegal e a nova administração foi obrigada a recuar na decisão de implantar o novo logo, porque, desde 1997, o Museu de Arte Contemporânea (MAC) é a marca da cidade ao lado da bandeira, do hino e do brasão do município.
 
niteroinintendo64
 
Já o logotipo de Huatabampo foi grosseiramente “inspirado” no logo oficial dos Jogos Olímpicos do Rio 2016. De acordo com o comunicado oficial da prefeitura de Huatabampo, ela ainda não foi notificada oficialmente a respeito do assunto, nem por órgãos do governo nem pela organização das Olimpíadas. “Estamos dispostos a realizar as mudanças pertinentes”, disse o prefeito da cidade.
huatabamporio2016
 
Não demorou para que os internautas percebessem as estranhas coincidências e começassem a fazer barulho no Twitter e no Facebook.
Para evitar este tipo de constrangimento, invista não apenas no design da marca, mas em pesquisa junto a órgãos competentes como o INPI. Outra ação muito simples, ao conceber um logotipo, é fazer uma pesquisa de imagens no Google para ver se já não há algo parecido.
 

Rir para não chorar

O site humorístico Não Salvo brincou com a situação e “criou” uma série de logos de cidades e estados inspirados em logotipos de marcas famosas.
Veja o resultado e deixe seu comentário aí.
 






















 
 
Fontes: O Globo e Não Salvo
Qualquer dúvida, deixe seu comentário aqui em baixo ou entre em contato com a gente!

Como foi sua experiência?

Receba nossos melhores conteúdos sobre lançamento.