Compartilhe!
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter4Share on LinkedIn42Pin on Pinterest0

Um logo único e original evita que as pessoas confundam a sua marca com a da concorrência, ou pior… que vire piada e sua empresa perca a credibilidade no mercado. Além disso, há o risco de ser acusado de plágio e enfrentar problemas com a legislação.

Recentemente, dois casos ganharam notoriedade na internet depois que a prefeitura de Niterói – RJ e a de Huatabampo, um município situado no distrito de Sonora, noroeste do México, resolveram redesenhar seus logotipos.

Nenhum criativo está livre de cometer coincidências inconscientes ou de buscar inspiração em tendências de design e acabar caindo em conceitos visuais muito parecidos com outros já existentes, mas, nos dois casos, das prefeituras, as “chupadas” ficaram muito evidentes e amadoras.

O novo logotipo da prefeitura de Niterói, por exemplo, ficou muito parecido com o conhecido logo do saudoso Nintendo 64. A alusão é sutil o bastante para que somente olhos acostumados em ver o logo do console pulando quando era ligado percebam a referência. Segundo o jornal O Globo, a mudança proposta ainda foi considerada ilegal e a nova administração foi obrigada a recuar na decisão de implantar o novo logo, porque, desde 1997, o Museu de Arte Contemporânea (MAC) é a marca da cidade ao lado da bandeira, do hino e do brasão do município.

 

niteroinintendo64

 

Já o logotipo de Huatabampo foi grosseiramente “inspirado” no logo oficial dos Jogos Olímpicos do Rio 2016. De acordo com o comunicado oficial da prefeitura de Huatabampo, ela ainda não foi notificada oficialmente a respeito do assunto, nem por órgãos do governo nem pela organização das Olimpíadas. “Estamos dispostos a realizar as mudanças pertinentes”, disse o prefeito da cidade.

huatabamporio2016

 

Não demorou para que os internautas percebessem as estranhas coincidências e começassem a fazer barulho no Twitter e no Facebook.

Para evitar este tipo de constrangimento, invista não apenas no design da marca, mas em pesquisa junto a órgãos competentes como o INPI. Outra ação muito simples, ao conceber um logotipo, é fazer uma pesquisa de imagens no Google para ver se já não há algo parecido.

 

Rir para não chorar

O site humorístico Não Salvo brincou com a situação e “criou” uma série de logos de cidades e estados inspirados em logotipos de marcas famosas.

Veja o resultado e deixe seu comentário aí.

 






















 

 

Fontes: O Globo e Não Salvo

 
Qualquer dúvida, deixe seu comentário aqui em baixo ou entre em contato com a gente!

Pra que se preocupar com um logotipo original?
Dê seu voto
Compartilhe!
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter4Share on LinkedIn42Pin on Pinterest0
eBook grátis O manual secreto do marketing