5 motivos para o seu lançamento ter falhado e como corrigir

Antes de falar que o seu lançamento foi um fracasso total, você precisa saber que é muito raro acertar um lançamento na primeira vez.

Não que não possa acontecer, mas fazer um 6 em 7 ou alcançar ROI super positivo no primeiro lançamento é muito raro.

Os lançamentos são construídos em cima de tentativa e erro.

Esse é o padrão até conseguir sucesso. Só que ninguém te conta isso.

Então, se o seu lançamento deu errado, não desista! Faça os ajustes necessários com o que eu vou te falar aqui e segue a vida.

1- Pesquisa mal feita ou com premissas equivocadas

Você não é o seu público alvo!

O que você acha ou pensa sobre o seu produto não quer dizer nada para os seus possíveis compradores.

Inclusive, as suas impressões e teimosia podem estar matando o seu lançamento.

Ninguém quer comprar o seu produto!

Você não é a última coca-cola do deserto!

As pessoas não querem meter a mão no bolso pra te dar dinheiro!

Elas querem resolver o problema delas e não seu.

Desculpa, mas você precisa ouvir isso…

Enquanto você não entrar na cabeça do seu público alvo e descobrir quais são as dores e as expectativas DELES e não os seus…

Enquanto o seu produto não for apresentado como a solução definitiva para a dor da sua audiência, o seu lançamento vai continuar patinando.

A única forma de resolver isso é com uma pesquisa bem feita, onde você consiga enxergar com muita clareza o que a sua audiência está pedindo, do que ela sente falta, do que ela reclama e espera da vida pra resolver os problemas dela.

E você consegue fazer isso com uma coisa muito simple: Ouvindo.

Pergunta pra sua audiência, para os seus seguidores.

Abre caixa de perguntas nos stories, usa o google forms, liga pra ela, chama no inbox, faz entrevista com ela e deixa ela falar.

Um outro jeito de fazer essa pesquisa é entrando em vídeos, lives e conteúdos dos seus concorrentes diretos e observando as perguntas e comentários que a audiência está deixando lá.

Isso vale ouro! São as reações mais sinceras que você pode extrair.

E aqui eu quero chamar a sua atenção pra uma coisa que poucos lançadores entendem: o que a sua audiência deseja, ou diz desejar, nem sempre é o que ela precisa de fato.

O resultado dessa pesquisa vai servir de base pra você construir a sua oferta.

Uma pesquisa bem feita vai te dar as ferramentas pra você conseguir encaixar a sua solução no desejo da sua audiência.

Você vai oferecer exatamente o que a sua audiência está pedindo. Inclusive usando o próprio jeito dela falar.

2- Oferta desalinhada com as expectativas do público alvo

O segundo erro que pode matar o seu lançamento é oferecer uma solução que a sua audiência não precisa ou não quer.

Isso tem muito a ver com a pesquisa também, mas é um erro diferente.

Parece igual, mas não é.

Esse erro é como tentar vender absorvente feminino para homens.

É como oferecer comida pra quem acabou de sair de um rodízio com a bariga cheia.

É como tentar vender curso de tráfego para o Pedro Sobral.

Fórmula de lançamento para o Érico Rocha.

Tá entendendo?

A solução que você oferece pode até funcionar e ser verdadeira. Pode até existir público pra ela. Mas se você tentar vender pra quem não precisa dela, não vai funcionar.

Eu sei que é óbvio, mas tem gente que continua insistindo nesse erro e não consegue sair do lugar.

Você não pode criar o seu produto e sair procurando público pra ele.

Você deve fazer exatamente o contrário.

Olha pra sua audiência, entenda o que ela precisa, o que ela está pedindo e aí sim você cria o seu produto.

3- Erro no criativo, na comunicação

O terceiro erro que pode detonar um lançamento é: criativo, páginas de captura e vendas mal feitas, com copy fraca ou que não sejam cirúrgicos e explícitos com as dores e sonhos da sua audiência.

Normalmente o criativo é o seu primeiro contato com a audiência.

Se ele não se destacar, não atrair a atenção da sua audiência e não conectar com ela, você vai gastar dinheiro sem ter resultado.

Se o lugar pra onde o seu criativo leva também não estiver alinhado com a promessa, vai dar ruim também.

O que que eu quero dizer com isso? Se o seu criativo promete banana, não leve o lead para uma página que entrega maçã.

Criativo, página de captura, evento de lançamento e página de vendas são passos importantes que devem estar conectados na mesma frequência de comunicação.

4- Tansformação mal explicada ou confusa

Eu já disse que ninguém tá nem aí para o seu produto. As pessoas querem resolver o problema delas.

A oferta do seu produto precisa deixar muito claro qual é o problema que ele resolve, qual é a transformação que ele provoca e como ele faz isso.

E você precisa provar que o seu produto funciona para outras pessoas.

A falta de clareza na entrega da sua oferta também pode matar o seu lançamento.

As pessoas já não gostam de gastar dinheiro pra resolver problemas.

Note bem! Não gostar de gastar dinheiro pra resolver problemas é diferente de precisar gastar dinheiro pra resolver um problema, tá bom?

Se a sua oferta não for clara o suficiente pra fazer a sua audiência entender que essa é a solução que vai resolver a vida dela, então a sua oferta precisa ser corrigida.

5- Erro no tráfego

Até agora eu falei de interação, de pesquisa e conhecimento do seu público alvo. São erros quase que do campo filosófico e subjetivo.

Eu diria que até aqui é a parte de “humanas” do seu lançamento. Agora vamos falar dos erros da parte de “exatas”.

Este quinto erro é mais técnico do que filosófico. Embora também tenha a ver com o conhecimento do seu público alvo, aqui é mais “apertar de botão” e configuração da ferramenta mesmo.

Os erros mais comuns no tráfego são:

Segmentação de interesses que não tenham a ver com o seu público alvo.

Um exemplo desse erro é selecionar interesse de pagode ou funk com um produto vendido pra metaleiros.

Isso é só um exemplo, tá?

É como selecionar interesse no Flamengo pra quem é torcedor do vasco.

Eu estou dando um exemplo mais genérico só pra você entender o conceito da coisa.

Faixa etária e dados demográficos muito aberta ou fora do contexto do seu público.

Por exemplo: vender evento de festa rave pra público acima de 60 anos.

Daí você pode me perguntar:

“Mas pode ter um coroinha lá na festa rave, tio!”

Sim, meu pequeno gafanhoto, mas é 0,001%, é um ponto fora da curva, é uma exceção.

Direciona seu canhão pra quem realmente tem mais chance de comprar seu produto.

Outro erro muito comum de acontecer no tráfego é escolher objetivos de campanha errados.

Por exemplo: na fase de captação de leads, normalmente nós usamos o objetivo de conversão para usar a inteligência do algoritmo e trazer pessoas com perfis parecidos com os que estão virando leads.

Até aqui, eu falei da parte que diz respeito à ferramenta de gestão de tráfego em si.

Fora dela ainda pode acontecer:

Pixel instalado errado ou… nem isso!

Você tem certeza que instalou o pixel nas suas landing pages e checkout?

Um outro erro muito comum na gestão do tráfego é projetar ou dividir mal a verba do lançamento.

Você pode ter a melhor promessa e criativos do mundo, sua comunicação pode estar super alinhada com o público alvo, mas se você não conseguir distribuir e entregar a sua mensagem, como as pessoas vão saber?

Então, dimensione corretamente a verba do tráfego para o tamanho do seu lançamento.

Valeu?

Por hoje eu fico por aqui.

Deu B.O. no seu lançamento?

Está com alguma dificuldade?

Deixa aqui o seu comentário ou a sua dúvida que eu vou fazer de tudo pra responder, combinado?

5/5 - (7 votes)

Receba nossos melhores conteúdos sobre lançamento.