A maioria dos livros não vende

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Não importa a maneira que você irá publicar ou publicou. É fato, a grande maioria dos livros não venderá bem.
Ou seja, não importa quem seja ou o esforço dedicado, grande parte dos autores também não será um sucesso de vendas.
Mesmo assim, certo tipo de pessoas passará muitos e muitos anos pensando se devem e merecem publicar seus escritos.
Outros tantos ficarão pensando porque seus escritos ainda não foram publicados.
Haverá aqueles que simplesmente ainda não decidiram se isso é tão importante em suas vidas.
O fundamental nesta história é que existe algo de mágico quando você escreve e consegue ver o produto publicado de alguma forma, em papel ou ebook numa livraria real ou on line, junto com outros livros e títulos.
Na verdade, todos deveríamos considerar que, qualquer simples venda de um livro ou ebook, on line ou real, é uma espécie de tesouro.
Temos que valorizar cada leitor, cada e-mail ou comentário, cada resenha, crítica, cada reconhecimento de valor.
Um escritor é um escritor por decisão própria. Não é necessário se comparar com outros que vendem mais ou publicam mais, ou tem mais destaque na mídia e crítica.
Todo autor tem seu valor e de certa forma cumpre uma missão, uma promessa, um desafio, uma busca ou algum processo interno importante.
A maioria dos livros não irá vender. Tendo consciência disso como autor, você poderá se concentrar no que mais importa, ficar mais livre para escrever aquilo que realmente quer e deseja.
Escritores devem escrever livros e descobrir sua relação com as palavras e com a escrita, independente de qualquer coisa.
Se você irá ser publicado ou se auto publicar, e se o seu talento será reconhecido e descoberto, aí já é outra história.
Se você quer mesmo escrever, siga em frente, escreva e produza, e fique satisfeito de saber como isso é importante para você.
 
p.s: Este texto é uma adaptação livre de um post de Hugh. C. Howey
Para quem quiser conferir o original em inglês: Most Books Don’t Sell
Publicado no blog do Roberto Tostes
 

Como foi sua experiência?

Receba nossos melhores conteúdos sobre lançamento.