Livro mais caro do mundo é vendido por R$ 32 milhões

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

O livro mais valioso do mundo foi vendido nesta terça-feira (26) por US$ 14 milhões de dólares, o equivalente a R$ 32 milhões de reais, em Nova York.
O Bay Psalm Book é um livro raríssimo e foi o primeiro livro escrito e impresso nos Estados Unidos.
O livro foi leiloado na famosa casa de leilões Sotheby e foi comprado pelo filantropo David Rubenstein. Ele arrematou uma das 11 cópias que sobreviveram a diversos problemas de armazenamento durante séculos. Sua venda estabelece um novo recorde para venda de livros em leilão em todo o mundo.
“Tenho planos de compartilhá-lo com o público americano, emprestando -o para bibliotecas de todo o país, antes de o disponibilizarmos apenas para mostruário”, disse Rubenstein.
O Bay Psalm Book é uma tradução dos salmos bíblicos, feita por puritanos e foi uma ação muito importante, realizada pelos serviços da Igreja na época. Seus editores queriam uma versão mais próxima do original hebraico pois a edição que haviam trazido da Inglaterra era considerada pouco exata.
Atualmente, das 1700 impressões originais, existem apenas 11 versões sobreviventes que estão em coleções institucionais como Harvard, Yale , Oxford, New York Public Library e a Biblioteca Huntington, na Califórnia.
O livro leiloado terça-feira era da coleção da Velha Igreja do Sul, em Boston, Massachusetts e tinha mais de 300 anos.
É a primeira vez, desde 1947 e a segunda vez desde 1894, que uma cópia é vendida em leilão. Em 1947, ele conseguiu alcançar o valor mais elevado dentre todos os outros livros impressos na época, quando a Sotheby o vendeu por 151 mil dólares.
 
Com informações da CNN

Como foi sua experiência?

Receba nossos melhores conteúdos sobre lançamento.