O que faz um cliente comprar de você e não do seu concorrente?

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Pense no seguinte: em um cenário de mercado onde há muita concorrência e os produtos e serviços oferecem praticamente o mesmo benefício, qual o diferencial competitivo que você ou sua empresa podem oferecer para se destacar no mercado?
O que o seu cliente precisa encontrar ou saber para comprar de você e não do seu concorrente?

Preço? Sempre haverá alguém disposto a cobrar mais barato que você. Então, focar na diminuição do preço nem sempre é a primeira solução ou melhor estratégia e pode ser um buraco sem fundo.
Qualidade? Isso é o mínimo. Entregar qualidade não é diferencial, é obrigação de todos. Não se nivele por baixo! Entregue o seu melhor. Sempre!
Relacionamento? Pode até ser, mas também não é tudo.
 
O verdadeiro diferencial competitivo de uma empresa é como ela comunica este diferencial competitivo para o mercado.
De nada adianta você ser realmente o melhor no seu ramo se o seu cliente não souber disso.
 

E como se faz para deixar explícito o seu diferencial competitivo?

Em primeiro lugar, entregando o prometido. Se você tem um diferencial, entregue isso ao cliente. A experiência do cliente é uma das formas de comunicação mais poderosas que as empresas têm nas mãos.
Um cliente satisfeito e encantado com a marca se torna um divulgador e até advogado dela.
Parece óbvio, mas tem muita gente dizendo que é o melhor e não entrega o que promete.
 

 

Não apenas diga que você é o melhor. Seja o melhor!

O segundo ponto é comunicar este diferencial da forma correta. A comunicação empresarial deve ser planejada com muito cuidado. Site, logotipo, papelaria, propaganda, embalagens e tudo mais que leva a sua marca precisa transparecer e dar a impressão que você é realmente o melhor no que faz.
É preciso investir em qualidade de apresentação para o seu cliente sentir confiança no que você diz. Não adianta fazer um cartão ou site “meia boca”, eles precisam estar à altura do que você quer dizer ao seu cliente.
 

Seja lembrado. Esteja sempre na mente e no raio de visão do seu cliente.

Você acha mesmo que a Coca-cola precisa fazer propaganda pra ficar conhecida? Ela já é conhecida! Então por que ela continua a fazer propaganda? Para PERMANECER na mente e na memória das pessoas.
Outra coisa… A melhor forma de fazer propaganda é não parecer que você está fazendo propaganda. Preste atenção nas propagandas da Coca-cola! Ela não fala de preço nem manda você comprar Coca-cola. Bom… Pelo menos, não explicitamente. Ela apenas mostra pessoas felizes se refrescando com Coca-cola.
Você não precisa – nem deve – ficar vendendo e empurrando produtos sem parar na internet.
Vender o tempo todo é mais prejudicial do que benéfico para a sua marca. Pra falar a verdade, isso é muito chato pra quem está de fora olhando!
O que você deve fazer, então, é entregar conteúdo que seja útil, relevante e memorável para a sua audiência. Conteúdos que façam o seu cliente olhar para você como quem tem autoridade e sabe do que está falando.
Conteúdos que evidenciem todos os benefícios de se comprar ou usar o seu produto ou serviço. Mas isto precisa ser feito de forma natural, quase que como uma conversa.
Você deve estar em todos os canais possíveis onde a sua audiência se encontra.
Pense no seu cliente mais como alguém a ser seduzido e conquistado do que beijado à força e sem que ele tenha realmente vontade.
O que a gente faz quando quer conquistar e impressionar a pessoa desejada? A gente tenta frequentar os mesmos lugares que ela, não é mesmo? E não somente frequentar… A gente usa a melhor roupa, o melhor perfume e tenta puxar o melhor papo possível.
No mundo das vendas é assim que acontece também.
 
Pense nisso, comente e compartilhe nossa postagem!
 
Quer desenvolver sua estratégia de conteúdo e marketing? Mande um WhatsApp pra gente agora mesmo! 

5/5 - (5 votes)

Receba nossos melhores conteúdos sobre lançamento.