Quase metade dos livros impressos em 2011 nos EUA foram autopublicados

Uma nova pesquisa da Bowker, empresa responsável pelo registro do ISBN nos Estados Unidos, mostra que o numero de livros autopublicados cresceu 287% nos Estados Unidos desde 2006, totalizando hoje 235 mil títulos, entre e-books e livros impressos. A pesquisa sinaliza que, não fosse o enorme crescimento de livros autopublicados, a produção do mercado editorial não teria aumentado significativamente no período. Em 2011, 43% da produção de livros impressos nos EUA foram autopublicados, um total de 148 mil títulos. No mesmo ano, a produção de e-books autopublicados foi de cerca de 87 mil títulos, um crescimento de 129% em relação a 2006. Michael Cader, do portal Publishers Lunch, lembra que a pesquisa engloba apenas os títulos que possuem um registro ISBN, logo o número de livros autopublicados poderia ser, de fato, muito maior.

A pesquisa da Bowker indica também que algumas empresas de serviço de autopublicação estão despontando no mercado. Em relação aos livros autopublicados impressos, a maior delas é a CreateSpace, com mais de 58 mil títulos publicados em 2011, o equivalente a 39% dos livros impressos autopublicados daquele ano. No quesito e-books, a maior plataforma é a Smashwords, com mais de 40 mil títulos de e-books autopublicados no mesmo período. A Author Solution, que foi comprada recentemente pelo grupo Penguin, publicou cerca de 47 mil títulos, e a Lulu, 38 mil. Segundo a Bowker, tirando essas quatro empresas, nenhuma representa mais de 10% do mercado de autopublicação.

 

Fonte: Iona Stevens | PublishNews
 

Autopublicação triplica nos últimos cinco anos nos EUA
Dê seu voto
eBook Como transformar ideias em livros de sucesso