Compartilhe!
Share on Facebook1Share on Google+0Tweet about this on Twitter4Share on LinkedIn4Pin on Pinterest0

A internet mudou muito em seus vinte e poucos anos de existência. Quando ela começou, não havia Google, Youtube nem redes sociais.

No início, os sites construídos para aquele ambiente eram basicamente acadêmicos ou institucionais. Chatos. Ultra informativos e nada interativos.

Aos poucos as empresas começaram a usar a internet para se conectar com seu público alvo. Talvez conectar (no sentido de enviar e receber feedback) não seja a palavra certa, porque a comunicação era feita em uma só direção, da empresa para o usuário, falando de seus produtos e como ela, a empresa, era “a última coca-cola do deserto”.

Os usuários tinham, no máximo, acesso a um formulário de e-mail e, quando muito, o telefone do Call Center.

 

Agora mudou tudo!

A web 2.0 ou a internet de mão dupla, deu poder ao usuário. A informação sobre o produto, a empresa ou o serviço não está mais apenas no site da empresa, mas espalhada por milhares de fóruns, redes sociais, blogs e canais do Youtube criados pelo próprio consumidor.

É ele, o cliente e não mais só a empresa, quem diz, agora, se um produto é bom ou ruim. O cliente pode levantar ou derrubar seu produto em um “like”, um tweet ou um comentário.

Mas nem todas as empresas percebem ou usam isso para transformar seu site numa máquina de vendas.

Isso é assustador para muitos empresários, mas também é a oportunidade perfeita para usar este poder que o cliente (e todos os outros pequenos negócios, que não tinham um canal forte de comunicação em pé de igualdade com os grandes) ganhou e todas as possibilidades que a internet oferece para aproximar o cliente certo da sua empresa.

 

Então, como transformar um site em uma máquina de vendas?

 

Marketing de Conteúdo

Use todos os canais disponíveis e possíveis para você gerar conteúdo rico, útil e atrativo para o seu público-alvo.

Não use apenas propaganda! Propagandas explícitas tais como banners e anúncios são cansativos e os clientes atuais são refratários à maioria deles. A saída é atraí-los e “pescá-los” com outro tipo de isca.

Um eBook que o cliente baixe “gratuitamente” no seu site “apenas” em troca do e-mail pessoal dele, pode ser o início de um relacionamento produtivo (e lucrativo).

Crie vídeos, posts em seu blog e redes sociais com receitas e dicas de uso do seu produto. Ensine o seu cliente a resolver um problema e ele ficará muito grato a você. Eu digo grato a ponto de comprar o seu produto como retribuição.

 

Automação de e-mail marketing

É possível criar um sistema automatizado de e-mail marketing que envie o e-mail certo para o cliente certo. E eu garanto que o seu prospect ou cliente vai adorar!

A pior coisa que existe é a quantidade de e-mails absolutamente desnecessários e desinteressantes que chegam em nossa caixa de entrada todos os dias. Não é mesmo? Mas, calma! É possível contornar este problema.

Já existem meios de segmentar a sua lista de e-mails por interesse e programar o envio sequencial e AUTOMÁTICO de mensagens baseadas no perfil de cada cliente.

Em outras palavras, se o seu cliente gosta de carros esportivos, dificilmente ele terá interesse em receber e-mails sobre potinhos de porcelana.

A automação de e-mail marketing identifica estes perfis e envia a mensagem qualificada para cada tipo de cliente, tornando mais eficaz e certeira a abertura dos e-mails.

 

Remarketing

Já teve a sensação de ser perseguido na internet pelo anúncio de um site que você visitou recentemente?

Isso se chama remarketing ou retargeting. É possível instalar códigos em seu site que mostram a sua propaganda no facebook ou no Google para pessoas que visitaram o seu site.

Algumas pesquisas de marketing indicam que um potencial cliente precisa ter entre 10 e 12 encontros ou exposições a um produto ou uma marca antes de decidir comprá-lo efetivamente.

O remarketing serve pra isso. Mostrar o seu produto repetidas vezes para o mesmo cliente, aumentando as chances de compra.

 

Estes são apenas alguns pontos que ajudam a transformar seu site numa máquina de vendas. Existem muitos outros! Acompanhe nossas postagens para saber mais sobre isso.

 
Qualquer dúvida, deixe seu comentário aqui em baixo ou entre em contato com a gente!

Como transformar um site em uma máquina de vendas
5 (100%) 6 votos
Compartilhe!
Share on Facebook1Share on Google+0Tweet about this on Twitter4Share on LinkedIn4Pin on Pinterest0
eBook grátis O manual secreto do marketing