Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Você já teve a sensação de estar sendo “perseguido” na internet? Após visitar algum site ou pesquisar por um produto numa loja virtual, você começa a ver anúncios desse site ou produto por onde quer que você navegue na web.
Então… Isso é remarketing, também conhecido como retargeting!

 

Use o remarketing para alcançar e impactar novamente pessoas que visitaram seu site

Com o remarketing, é possível exibir anúncios específicos para pessoas que já acessaram seu site ou usaram seu aplicativo mobile. Quando as pessoas saem da sua loja virtual sem comprar algo, por exemplo, o remarketing ajuda você a se conectar novamente com elas por meio da exibição de anúncios daqueles produtos, oferecendo uma nova opção de compra ou oferta especial relacionada com aquele produto específico.
 

Motivos para usar o remarketing

Seja o seu objetivo estimular atividades de venda, aumentar as inscrições em uma lista ou promover o conhecimento da sua marca, o remarketing pode ser um componente estratégico para a sua publicidade. Ele pode impulsionar o ROI (retorno do investimento) para todos os tipos de anunciantes.
 

Onde posso usar o remarketing?

Antes de começar a utilizar o remarketing, é necessário a instalação do código (HTML) de remarketing em seu site. Tanto o Google como o facebook possuem ferramentas para criar e configurar os públicos associados ao código. É possível, por exemplo, criar uma lista de pessoas que visitaram uma página específica do seu site ou que entraram e saíram do seu e-commerce sem fechar a compra.
Recentemente, o Google permitiu a criação de listas de remarketing a partir do Google Analytics, integrando-as com o Google AdWords e cruzando dados. Com isso, a flexibilidade para a criação de listas foi expandida significativamente.
No Facebook, ao contrário do remarketing do Google, que permite que o visitante seja impactado em milhões de sites diferentes e também no YouTube, os anúncios são exibidos apenas dentro da própria rede social.
Em linhas gerais, a lógica de funcionamento é mesma: você acessa um site, um cookie é inserido em seu navegador e, ao acessar o Facebook, você é impactado por anúncios exibidos na time line.
Embora pareça pouco aparecer “somente” no Facebook, considere que atualmente a rede possui mais de 1 bilhão de usuários ativos em todo o planeta.
 

Uma outra forma de fazer remarketing ou retargeting é utilizando uma lista de e-mails

Se você possui uma lista de e-mails de clientes ou pessoas que se inscreveram em seu site, você pode fazer o upload desta lista para o Facebook ou para o Google e seus anúncios serão exibidos para aquele público segmentado.
Esta é mais uma forma de reimpactar antigos clientes ou leitores do seu site e reativar o contato com propensos compradores.
 
Então, gostou do artigo e das dicas? Curta, compartilhe e deixe o seu comentário!
Saiba mais sobre Marketing Digital aqui!

5/5 - (3 votes)

Receba nossos melhores conteúdos sobre lançamento.