São tantas redes sociais para administrar ao mesmo tempo e elas mudam tão rápido que às vezes fica quase impossível acompanhar e, principalmente, criar conteúdo para todas elas.

Também tem sempre aquele “entendido” que adora dar pitaco mas que, na maioria das vezes, os pitacos são a maior furada. Não é verdade?

Hoje você vai descobrir se vale mesmo a penas investir em vídeos para o YouTube, Instagram e Facebook.

Você também vai entender se isso é bom ou ruim para a sua estratégia de marketing/vendas e eu vou te explicar o porquê.

Mas, antes de continuar lendo, já marca ou envia este artigo para alguém que precisa deste tipo de orientação. Eu garanto que vão até te agradecer por esta mini consultoria!

Agora, vamos em frente…

 

Os “likes” das suas postagens estão pagando a conta?

Essa é a primeira pergunta que você deve se fazer… O sentido de uma empresa investir em marketing, estar presente nas redes sociais e na internet é gerar reconhecimento positivo para a marca e, principalmente, tráfego qualificado para o funil de vendas.

Não sabe o que é um funil de vendas e automação de marketing? Leia este artigo!

Ou seja, se essa conta não está fechando, se o seu retorno é pouco ou, pior, se você nem sabe se o seu investimento em redes sociais está realmente trazendo dinheiro para a empresa, você tem que parar tudo o que está fazendo e rever urgentemente a sua estratégia de marketing digital.

 

Marketing dá certo, sim! Mas, suas escolhas podem estar erradas…

O problema não está nos seguidores, na crise ou na falta de clientes, está em você. Calma! Pra você não levar tão assim para o lado pessoal, o problema está na estratégia que a sua empresa vem adotando. Mas, se mudar de estratégia depende de você, então é hora de você agir ou ficar pra trás de vez.

 

Existe um jeito certo de postar conteúdos nas redes sociais

Não estou falando só de dias ou horários certos para postar, nem de cachorrinhos fofinhos ou bebês sorridentes… mas de estratégia, conteúdo relevante, informação útil que contenha valor, muito valor, para o seu público alvo e que eleve o seu produto ou serviço ao status de solução e desejo de compra.

As pessoas não querem saber de mais um produto disso ou daquilo outro. Elas querem saber de produtos e serviços que resolvam os seus problemas.

Além disso, você precisa falar com o seu público alvo do jeito que eles estão mais abertos para ouvir.

E é aqui, neste ponto, que conteúdo em forma de vídeo vem ganhando cada vez mais destaque nas estratégias de grandes e pequenas empresas.

 

Então… Vale a pena investir tempo e dinheiro com criação de vídeos para o Youtube?

Esse destaque todo que o formato vídeo vem recebendo não é só por causa de modismo, mas porque esta estratégia vem dando bastante resultado para muitas empresas e profissionais liberais. E quem não gosta de resultado e dinheiro no bolso?

Uma coisa que você precisa ter em mente é que será preciso esforço e persistência para alimentar o canal e as redes sociais constantemente com novos vídeos e conteúdos.

O tempo médio que um canal no YouTube leva para ganhar alguma relevância de forma orgânica é algo em torno de seis meses a um ano.

Todo início é mais difícil, mas o resultado é duradouro.

Prepare-se para postar, pelo menos, um vídeo por semana.

 

Vídeos podem ajudar o seu cliente a escolher você

Imagine que você queira comprar um celular ou um carro e está na dúvida entre o modelo A e o modelo B.

O que você faz?

Provavelmente, uma das coisas que você faz é ir até o YouTube procurar por um unboxing ou um comparativo entre os dois modelos.

Mas isso não acontece só com quem quer comprar celulares e carros…

Você pode gravar tutoriais de como usar o seu produto, pode fazer vídeos com dicas sobre a sua área de atuação e se tornar uma referência e autoridade no seu segmento ou nicho de mercado.

Um psicólogo ou coach pode dar conselhos e dicas sobre questões da vida. Um arquiteto pode dar dicas de ambientes. Um contador pode falar sobre legalização de empresas e tributação.

As pessoas que vão para o YouTube pesquisar sobre estes temas estão mais inclinadas a comprar.

Agora, pense… Se uma pessoa, por exemplo, segue um psicólogo no YouTube e gosta de ouvir os seus conselhos, pra quem você acha que ela pagaria com mais facilidade algumas sessões de terapia? Um psicólogo que ela nunca viu na vida ou o que ela segue?

Está percebendo como o vídeo pode abrir portas para o seu negócio?

 

Algumas estatísticas de marketing de conteúdo em formato de vídeo

  • 42% das pessoas esperam ver mais vídeos no ano que vem;
  • Vídeo é o queridinho do momento no Facebook e Instagram;
  • O consumo de vídeos no Instagram teve um crescimento de 80% em relação ao ano passado;
  • 60% das pessoas que visualizaram vídeos no celular compartilharam o conteúdo;
  • No Facebook são assistidas mais 100 milhões de horas de vídeo por dia;
  • Audiência do Youtube no Brasil ultrapassa TV por assinatura;
  • 85% das pessoas que assistem um vídeo sobre um produto afirmam ficar mais propensas a comprá-lo;
  • Conteúdos em vídeo geram mais engajamento do que outros apenas com imagens e links;
  • 94% dos jovens empresários veem nos vídeos uma forma de quebrar barreiras linguísticas e comunicativas.

 

Concluindo

Este é o momento perfeito para investir em produção de conteúdo em vídeo.

Primeiro porque as plataformas Facebook e Instagram estão privilegiando este tipo de conteúdo, segundo porque as pessoas estão consumindo cada vez mais vídeo.

Aqueles que investirem de forma consistente e séria vão obter os melhores resultados nos próximos anos. Quem não aderir à mudança vai ficar pra trás.

Eu costumo dizer que feito é melhor que perfeito.

O ideal é contratar uma produtora ou alguém especializado. Mas se a sua empresa não tem a verba necessária para contratar uma produtora de vídeo, faça você mesmo, mas faça!

Esta é a sua vez!

 

Não esqueça! Compartilhe este texto com alguém que precisa deste tipo de orientação!

 

Quer desenvolver sua estratégia de Inbound Marketing com vídeo? Mande um WhatsApp pra gente agora mesmo! 

Vale a pena criar um canal no youtube para a sua empresa?
5 (100%) 6 votos
eBook grátis O manual secreto do marketing